Notícias

RS obtém nota 7,8 em auditoria do Mapa

22/01/20

A Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) apresentou nesta terça-feira, 21 de janeiro, o resultado da auditoria do Ministério da Agricultura que avaliou as condições do estado para o avanço de status sanitário, rumo à retirada da vacinação contra a aftosa. O relatório retornou com dezoito pontos para serem melhorados. Em reunião na Seapdr, representantes do setor produtivo, entre eles Fundesa, Farsul, Fetag, Sips, Sicadergs, Sindicato dos Leiloeiros e Febrac, ouviram do secretário substituto Luiz Fernando Rodrigues Júnior a explicação para cada ponto do relatório e melhorias que estão sendo implementadas.

Entre os pontos mais importantes estão a contratação de pessoal e a renovação da frota de veículos, para os quais o Executivo já sinalizou liberação da contratação para 150 novos funcionários e compra de 100 veículos. Outros pontos estão relacionados a normativas que visam a padronização de procedimentos em diferentes atividades, com a realização de eventos com aglomeração de animais. “Existe a previsão de capacitar médicos veterinários habilitados para realizarem o acompanhamento deste tipo de atividade”, informou.

Com as exigências do Mapa atendidas, o próximo passo será levar o resultado do relatório para as unidades do interior do estado e ouvir o que dizem as entidades ligadas ao setor, em eventos regionais no mês de fevereiro. Caso o Rio Grande do Sul opte por suspender a vacinação contra a febre aftosa, uma última etapa de vacinação deverá ser realizada, possivelmente em março.

O presidente do Fundesa, Rogério Kerber, afirma que o fundo pautou sua atividade, ao longo dos últimos doze anos em esforços junto ao Serviço Veterinário Oficial com o objetivo de criar condições técnicas que agora estão sendo reconhecidas. “Trabalhamos para que a decisão técnica possa ser tomada com a necessária segurança. O Fundesa continuará a exercer seu papel de dar sustentabilidade a essa decisão”, garantiu.


Voltar para notícias

    Entidades constituintes

    • Sips
    • Asgav
    • Sipargs
    • Sindilat
    • Sicadergs
    • Farsul
    • Fetag
    • Acsurs
    • Sindicarnes