Notícias

Prestação de contas e programação do Fórum Estadual da Febre Aftosa são pauta de Assembleia do Fundesa-RS

18/04/22

Com receita de R$ 5,3 milhões no primeiro trimestre de 2022, o Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal do Rio Grande do Sul superou R$ 108 milhões. A saída de recursos, utilizados para indenizações e investimentos, foi de R$ 2,1 milhões. Do total da aplicação de recursos, mais de R$ 1,5 milhão foi para o pagamento de indenizações a produtores da pecuária leiteira nos três primeiros meses do ano.

Os números foram avaliados e aprovados durante assembleia geral do Conselho Deliberativo do Fundo, na tarde desta segunda-feira (18). A cada três meses a direção do Fundesa apresenta a prestação de contas aos conselheiros e remete o documento às autoridades estaduais. Os recursos que compõem o fundo são divididos por cadeias – de corte, leite, aves e suínos – e a disponibilidade é proporcional à arrecadação e cada segmento.

Fórum será em maio

Além da apresentação dos números e prestação de contas, a assembleia deliberou sobre o próximo evento de sanidade animal no estado. Ficou definido para o dia 18 de maio, durante a programação da Fenasul, a realização o Fórum Estadual da Febre Aftosa, que será coordenado pelo Fundesa e apoiado pelas entidades que compõem o Grupo Gestor do PNEFA no Rio Grande do Sul, incluindo o Serviço Veterinário Oficial no RS.

O tema principal será a biosseguridade. “Com o avanço de status para área libre de Febre Aftosa sem Vacinação, o setor produtivo precisa estar alerta e reconhecer todos os riscos existentes, para tomar medidas preventivas. É na propriedade que se dá os primeiros passos para manter uma doença longe”, explica o presidente do Fundesa, Rogério Kerber. Na reunião, os conselheiros também pontuaram as ameaças existentes em outras cadeias, como a Influenza aviária e a Peste Suína Africana, que não chegaram ao Brasil, mas que demandam muitos cuidados.

A pauta final ainda está em definição, mas deverá contar com a atualizações sobre os avanços do serviço veterinário oficial em relação ao tema, e também a participação do setor privado na manutenção do status sanitário.


Voltar para notícias

    Entidades constituintes

    • Sips
    • Asgav
    • Sipargs
    • Sindilat
    • Farsul
    • Fetag
    • Acsurs