Notícias

Esforços conjunto para avanço de status

18/01/19

O secretário da agricultura, Covatti Filho, recebeu no final da tarde desta quinta-feira (17), a prestação de contas do Fundesa referente ao exercício de 2018. Foi a primeira reunião de representantes do Fundo com o titular da pasta após a entrada do novo governo. O presidente do Fundesa, Rogerio Kerber, fez um relato sobre as atividades do fundo e explicou de que forma atua em apoio e parceria com o Serviço Veterinário Oficial. “Os custos com defesa sanitária animal não são considerados gastos e, sim, investimento” disse Kerber ao secretário.

Outro tema da reunião foi o avanço de status sanitário do Rio Grande do Sul. Covatti ouviu dos representantes do Fundo informações sobre a importância desta medida para garantir o protagonismo do Rio Grande do Sul na produção nacional de proteínas. O secretário contou que, em reunião com a Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, ouviu dela sobre a intenção de que o estado gaúcho e o Paraná progridam em conjunto. O Paraná já teve autorização para a retirada da vacina ainda em 2019, enquanto o Rio Grande do Sul aguarda a auditoria do Mapa para o primeiro semestre.

SanidadeAvícola

Na manhã desta sexta-feira (18), o presidente do Fundesa ouviu do setor de Sanidade Avícola da Secretaria da Agricultura a proposta de credenciamento de um laboratório do Instituto de Pesquisas Veterinárias Desidério Finamor (IPVDF). Atualmente o Rio Grande do Sul não conta com laboratório oficial credenciado para o setor de aves, o que significa que as amostras geradas no estado precisam ser enviadas para análise em outras unidades da Federação.

O estado conta com seis mil granjas de frango de corte e 500 de reprodução, que precisam realizar análises a cada lote. “Atualmente pode ser feito dentro do laboratório das empresas que possuem, mas a cada seis meses os testes precisam fazer em laboratório oficial”, explica a coordenadora do Programa Estadual de Sanidade Avícola da SeapDr, Flávia Borges Fortes.

Para o presidente do Fundesa, “o diagnóstico é um dos braços mais importantes da defesa sanitária animal, e precisa receber atenção dos setores público e privado”. Os representantes do fundo devem receber, nos próximos dias, um projeto sobre investimento para o credenciamento do laboratório de sanidade avícola junto ao Mapa.


Voltar para notícias

    Entidades constituintes

    • Sips
    • Asgav
    • Sipargs
    • Sindilat
    • Sicadergs
    • Farsul
    • Fetag
    • Acsurs
    • Sindicarnes