Notícias

Avanço de status sanitário em pauta no primeiro dia da Expodireto Cotrijal

02/03/20

O tema da retirada da vacinação contra a febre aftosa esteve presente em vários discursos durante o primeiro dia da 21ª Expodireto Cotrijal. Logo na abertura do evento a ministra da Agricultura parabenizou a secretaria da Agricultura pela tomada de decisão de antecipar a vacinação de olho no avanço de status. Tereza Cristina agradeceu a parceria de entidades como a Farsul em apoio a esse passo. Já o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, garantiu que não faltarão recursos e apoio para que o estado conquiste o título de área livre sem vacinação.

Na abertura do 12º Fórum do Milho, o presidente da Assembleia Legislativa, Ernani Polo, afirmou que há a necessidade de aumentar a produção e a produtividade do cereal no estado, pois a demanda para as cadeias de proteína animal deverá aumentar com a retirada da vacinação. O secretário da agricultura, Covatti Filho, destacou que o déficit de milho pode chegar a 2,5 milhões de toneladas em função da estiagem. A média de déficit do grão para atender o consumo do estado é de R$ 1,5 milhão.

O presidente do Fundesa, Rogério Kerber, elogiou a criação do programa Pró-Milho que foi uma demanda do setor de produção do estado. Segundo ele, o estado perde, por ano, R$ 600 milhões em logística e ICMS por ter que comprar milho de outros estados.


Voltar para notícias

    Entidades constituintes

    • Sips
    • Asgav
    • Sipargs
    • Sindilat
    • Sicadergs
    • Farsul
    • Fetag
    • Acsurs
    • Sindicarnes