Notícias

Atenção produtores: novas regras para transito de animais em SC

07/01/20

Assim como no Paraná, o governo de Santa Catarina também implementou novas medidas para o controle de trânsito de animais em sua área a partir de janeiro de 2020. Isso ocorre porque o estado paranaense suspendeu a vacinação contra a febre aftosa e o governo catarinense pretende assegurar a sanidade do rebanho, sem vacinação desde o ano 2000, mas com reconhecimento internacional de área livre a partir de 2007.

As novas regras, publicadas na lei 17.826, de dezembro de 2019, preveem que para ingressar no estado, bovinos e bubalinos provenientes de áreas com vacinação deverão possuir identificação individual oficial e estar acompanhados de documentos que comprovem a origem do nascimento. A lei também exige ações relacionadas a exames de brucelose e tuberculose. O documento prevê ainda que o Serviço Veterinário oficial do estado irá estabelecer os requisitos a serem cumpridos por estabelecimentos de abate de animais suscetíveis oriundos de outras áreas licres de febre aftosa sem vacinação.

Confira a íntegra da Lei 17,826/2019.


Voltar para notícias

    Entidades constituintes

    • Sips
    • Asgav
    • Sipargs
    • Sindilat
    • Sicadergs
    • Farsul
    • Fetag
    • Acsurs
    • Sindicarnes